Projeto de Intervenção Pedagógica:

O Núcleo Educacional de Ações Afirmativas- NEAF, em parceria com a Secretaria de Educação, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Município de Uibaí-Bahia e com apoio do Museu Nacional de Enfermagem Ana Nery-MuNEAN, está realizando no Sistema Municipal de Ensino, o Projeto de Intervenção Pedagógica “De Canabrava a Uibaí, emancipando a sua história”. Como uma das ações de implementação das Leis Federais nº 11.645/08 (Inclusão da História e Cultura Afro-brasileira e indígena nos currículos escolares) e a nº 12.288/10 (Estatuto da Igualdade Racial).

Tal projeto tem como objetivo valorizar as reflexões e produções culturais dos munícipes, proporcionando momentos de estudo e diálogo referente à história, formação e emancipação do município no seu cinquentenário. Além de comemorar o aniversário de emancipação do município de Uibaí, de forma a construir ações pedagógicas nas escolas com diálogo entre a escola, a comunidade e grupos culturais locais.

Tendo como ações planejadas do projeto, capacitação aos educadores do Sistema de Ensino Municipal, comunidade escolar e grupos culturais, sobre a história do município. Também, a representação da história do município a partir de uma intervenção artística feita pelos alunos, nos muros das escolas da rede municipal e, como parte da visualização do projeto do cinquentenário de emancipação, espetáculos teatrais com o intuito de difundir a cultura e de levar os educandos formas diferenciadas de vivenciar pedagogicamente a história local.

O responsável pelo Departamento de Cultura do município e Conselheiro Estadual das Comunidades Quilombolas, Djalma Souza destaca que: “A atuação do NEAF no município propõe a revitalização da cultura Uibaiense, concretizado no trabalho com a memória artística, também com destaque a ancestralidade e o fortalecimento do patrimônio do município. Uma grande felicidade, é que as comunidades estão sendo contempladas junto ao NEAF, e do ponto de vista pedagógico, o NEAF atua no sentido do fortalecimento das ações da secretaria enquanto educação e cultura”.

O NEAF propõe uma recomposição com a apropriação da história do município, pelos atores sociais e étnicos que a efetivaram, destacando a participação da comunidade e dos setores historicamente alijados no processo de emancipação. A coordenadora do NEAF Fernanda Alves destaca que: “o processo de emancipação só se consolida quando conhecemos a nossa história e assim, a reconstruirmos. Pensar na implementação da história e cultura afro-brasileira e indígena no currículo escolar, é pensar a história, contada e construída pelos seus agentes históricos e culturais”.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Últimas Notícias

Uma resposta para “Projeto de Intervenção Pedagógica:

  1. Pingback: Projeto de Intervenção Pedagógica: | Africas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s